histórias para ben dormir

O dia em que (quase) quebrei seu pé.

Deixe um comentário

Filho,

você tinha apenas dois meses de nascido, eu estava sentada na cama segurando você no colo, procurando o pouco do seu pai e de mim que há em você quando me dei conta de que você possui os pés do seu pai. Um pé fofinho, meio largo, com a unha do dedão bem afundada no dedo. De repente percebi que o seu pé estava fofinho demais.

Filho, seu pé estava tão gordinho que só podia estar quebrado.

Eu quebrei o seu pé? Eu quebrei o seu pé!

Comecei a analisar com bastante cuidado e a cor do seu pezinho não havia mudado. Quando eu apertava, você não chorava. Então pelo menos você não estava sentindo dor. Resolvi comparar com o outro pé e os dois pareciam estar quebrados de tão inchado que estavam!!! Depois de cinco minutos de tensão… Ufa! Tudo não passou de um delírio, você não estava mesmo sentindo dor e seus dois pezinhos estavam gordinhos do mesmo jeito. E foi assim que descobri por que muitas pessoas acham pé de bebê a coisa mais fofa do mundo. Eles realmente são (literalmente)!

 

140201_FP_0184

Anúncios

deixe aqui seu comentário =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s